• Postado por Tiago

Cadê o dinheiro?

Está é a pergunta que todos estão fazendo com respeito aos R$ 100 mil que a prefeitura de Itajaí liberou para o Clube Náutico Marcílio Dias, que segundo os dirigentes era para pagar os salários atrasados. O dinheiro foi liberado e, segundo as informações, os salários dos que foram embora não foram pagos, os cheques foram cancelados e os salários atuais também estão atrasados. Uma coisa é certa, o dinheiro liberado só dá para pagar uma pequena parcela do que está devendo. Mas, por outro lado, entendo que a prioridade do pagamento deveria ter sido os salários dos atletas. E tem mais, como o dinheiro liberado veio do poder publico, é obrigação dos “dirigentezinhos” dar explicação de onde foi aplicado. É de admirar, pois falaram tanto de administrações anteriores que não prestavam contas e agora estão fazendo a mesma coisa. Comparando a atual com outras administrações, chega-se a conclusão que pouca coisa mudou, e se mudou, foi no futebol, e para pior.

Desesperados

É assim que se encontram Marcílio Dias e Criciúma para o jogo de amanhã. Um, o Marinheiro, com a corda no pescoço e jogando um péssimo futebol. Só perdeu até aqui, e a cada rodada vê mais perto o fantasma do rebaixamento. O outro, o Criciúma, uma equipe que veio para a competição com o intuito de subir para a série B, mas também não venceu dentro da competição. Pelo andar da carruagem, um dos dois vai ser rebaixado. Apesar de tudo, acho que no momento o Criciuma tem mais time que o Marcílio. Jogando em casa, é o favorito, até porque as duas primeiras apresentações do Marinheiro foram péssimas. Quem vencer dá uma respirada, mas quem perder afunda de vez.

Vai jogar ou não?

Esta é a pergunta do momento com respeito ao time do Navegantes, que não entrou em campo na primeira rodada da divisão especial do Catarinense para enfrentar o Concórdia. Na estreia não conseguiram entrar em campo por falta de atletas. Mas o problema agora é a falta de um campo para mandar os jogos, coisa que o presidente Egon da Rosa tentou durante toda a semana e até ontem não havia conseguido. Uma vergonha, pois é um time profissional que não tem atletas inscritos e não tem um estádio para jogar. E a federação lava as mãos esperando para ver o que vai acontecer. Tomem vergonha na cara e afastem logo esta equipe da competição.

Brasileiro

Depois dos insucessos da última rodada, Avaí e Figueirense voltam a campo com a responsabilidade da vitória. O Avaí pega o Fluminense, enquanto que o Figueirense recebe o Paraná. Apesar de estarmos no inicio da competição, a soma de pontos é importante, pois ao que tudo indica os dois vão mesmo é lutar para não cair.

Amador

Para quem gosta de futebol amador, no domingo pela manhã, no estádio do Rio do Ouro, Aliança e Juventude decidem o returno da Copa Primavera. A partir da próxima semana, os oito melhores classificados começam a decidir o título, em jogos eliminatórios.

Não entendo

As nossas equipes que participam do Campeonato Brasileiro estão numa situação complicada, mais perto do rebaixamento do que de qualquer outra coisa, e aí assisto uma entrevista do presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Pádua Peixoto Filho, sonhando alto e falando como se tudo estivesse as mil maravilhas. Ou o homem está muito otimista, ou todos nós estamos errados.

Seleção

Depois de dois jogos e duas vitórias, o Brasil volta a campo neste domingo, às 16h, para enfrentar a Itália. O jogo torna-se importante, pois quem perder vai ter que enfrentar a poderosa equipe da Espanha nas semifinais.

Abraços…

Ao jornalista Marcelo Negreiros, ex-assessor de imprensa da Federação Catarinense de Futebol, leitor assíduo da coluna e do nosso DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta