• Postado por Tiago

Confirmado

O jogo entre Marcílio Dias e Criciúma vai ser mesmo em Itajaí. Conversei com o presidente da Federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, que confirmou a informação. Ele também falou que o jogo contra o Brasil de Pelotas, caso se confirme a perda do mando de campo, será no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul. Aí questionei por que Jaraguá do Sul, se tem estádio em condições de abrigar o jogo bem mais perto? A reposta é que, segundo o regulamento da competição, tem que ter uma distância mínima de 150 quilômetros, e o mais viável seria Jaraguá do Sul. Para o Marinheiro é tudo mais difícil, pois quando o Avaí perdeu mando de campo pela série B veio jogar em Itajaí. Pra eles pode, pra nós não.

Reforço

O mais novo reforço do Clube Náutico Marcílio Dias, o jogador Nem, com passagens por São Paulo, Palmeiras e que foi campeão brasileiro pelo Atlético Paranaense, pode ser um trunfo importante na luta pela permanência do Marinheiro na série C do Brasileiro. Com a experiência que tem, se tiver um mínimo exigível de condição física, não resta dúvida que vai somar muito.

Destaque

O atleta itajaiense Felipe André Pelin, da seleção brasileira de judô, participa neste domingo, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, do campeonato mundial de judô categoria sub-23. André, que é filho da secretária da SKD Judô, Carla Pelin, é cria da academia e foi aluno do major Otávio dos 6 aos 17 anos de idade, pra depois treinar em São Paulo. Além de representar o Brasil nas competições nacionais e internacionais, vai representar Itajaí nos Jogos Abertos de Santa Catarina.

Brasileiro

Todos os catarinenses vão em busca da recuperação. O Avaí recebe o Palmeiras, ambos em crise. O Figueirense vai à Bahia em busca da vitória, num jogo complicado. E os nossos representantes na série C, Marcílio Dias e Criciúma, se enfrentam pensando unicamente em fugir do rebaixamento. Uma coisa é certa, o fantasma do rebaixamento está assustando todo mundo.

Fraco

Tá deixando muito a desejar o desempenho de nossos representantes no campeonato Brasileiro, muito aquém do que se poderia esperar, apesar do otimismo do presidente da Federação Catarinense de Futebol, como sempre sonhando alto. Continuo com o pensamento que se cair apenas o da série C já estará de bom tamanho.

Série D

A competição começa neste domingo, com Chapecoense e Brusque como nossos representantes, e não há como fazer qualquer prognóstico. A esperança é de uma boa campanha, sendo que o time de Chapecó, vice-campeão estadual, entra com maiores chances, pois manteve a maioria dos jogadores que disputaram o Catarinense. Mas tudo pode acontecer, até porque o nível técnico não deverá ser lá essas coisas.

É agora

Uma vitória será um grande passo para o Marcílio Dias fugir do rebaixamento. Um empate não é de todo ruim, pois ainda ficaria na frente do adversário. Já uma derrota, nem pensar, pois colocaria novamente a corda no pescoço. Portanto torcedor, depois de tantas decepções, a hora é agora. Vá ao Gigantão das Avenidas e empurre o Marinheiro em busca da importante vitória. Até porque, dependendo do STJD, este pode ser o último jogo em Itajaí em 2009, retornando somente no 2º semestre de 2010.

Base

Conversei com o diretor das categorias de base do Marcílio Dias e fiquei contente com o posicionamento dele com respeito aos comentários de que estaria para pular do barco. Abelardo Lunardelli me falou que o trabalho é para médio e longo prazo, está satisfeito com os resultados e com a sua comissão técnica. E o mais importante, vai continuar no cargo. Finalmente, uma boa notícia.

Arbitragem

Paulo Henrique Godoy Bezerra será o arbitro de Marcílio Dias e Criciuma. Sabe apitar e tem tudo para fazer uma grande arbitragem. O único problema é que às vezes quer aparecer mais do que os jogadores, e aí se complica.

  •  

Deixe uma Resposta