• Postado por Tiago

zelioprado@yahoo.com.br

Diretoria

Mais um nome de peso pode se juntar à nova diretoria do Clube Náutico Marcílio Dias. Trata-se de Fernando Ormeneze, diretor da empresa de publicidade Best Point Mídia, que já teve uma rápida passagem na desastrada administração do cassado Carlos Crispim, naquela oportunidade a convite do Graciliano Rodrigues. É mais uma demonstração de força e credibilidade do futuro presidente Abelardo Lunardelli, que, mesmo antes de assumir o cargo, já consegue reunir em torno do clube colaboradores de nível e credibilidade. Ao que tudo indica, deve assumir o departamento de marketing, que, depois da saída do Graciliano Rodrigues, está acéfalo.

Diz o ditado que…

…se conselho fosse bom não se dava, se vendia. Mas não custa dar um conselho ao futuro presidente Abelardo Lunardelli, que em entrevista ao nosso DIARINHO, na edição de segunda-feira, falou sobre um possível terreno no Rio Bonito para que se construa o centro de treinamento do clube. Olha, Lunardelli, deixa pra falar sobre este assunto mais tarde e quando estiver perto de se concretizar. Já falaram tanto, prometeram tanto, fizeram tanta lambança com o tal centro de treinamento, que o torcedor não pode mais nem ouvir falar sobre este assunto.

Não é bem assim

Foi o que me disse ao telefone o futuro diretor de futebol do Clube Náutico Marcílio Dias, Euzébio Pereira Neto, o Caloca, quanto à minha interpretação em sua entrevista no programa Univali Esportes, da TV Univali, de que o Antonio Augusto não seria o treinador para o campeonato da divisão especial. Declarou que, embora ache que falta experiência ao Antonio Augusto, nada está definido, até porque ainda sequer assumiu e muita água vai passar por baixo da ponte até que se comece a formar o time profissional. Então tá!

E tem mais

Declarou ainda que o seu comprometimento é somente com o departamento de futebol profissional e que pretende ficar o mais longe possível de tudo que toca a parte administrativa e financeira.

Aluguel

Uma boa a declaração do presidente da federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, de que vai rever o contrato de aluguel da sala que hoje pertence à federação, e que pretende devolvê-la ao Marcílio Dias. Até porque, segundo o Dr. Delfim, o valor é irrisório e não vai fazer falta à entidade. O fato ruim é que ele declarou que está esperando que o ex-presidente cassado vá à federação para fazer as negociações, coisa que não pode acontecer, pois o Sr. Carlos Crispim não tem mais nada com o Marinheiro. Como esperaram tanto tempo, o melhor e mais sensato é esperar a eleição do novo presidente, que vai acontecer no dia 5 de novembro, para aí sim resolver o impasse.

Não entendi…

…a declaração do presidente da FCF, de que está aguardando o ex-presidente cassado para negociar. Será que a federação não sabia que já fazia alguns dias que ele havia renunciado? É coisa de louco, até porque certamente não foi informada, e tudo isto por culpa exclusiva do ex-presidente do conselho deliberativo do Marcílio, Aldo Corrêa, que não cumpriu o estatuto do clube.

Pra piorar

Segundo o próprio Dr. Delfim, quem fez o contrato, o ex-presidente Egon da Rosa, disse que a cópia do contrato sumiu e que a federação também não tem a sua cópia, que foi queimada em um incêndio. Portanto, sem contrato não há compromisso. Que a sala retorne ao Marinheiro.

A história é outra

Foi o que me disse o presidente da liga Itajaiense de Deporto, Miguel Lopes, sobre o adiamento do julgamento do processo envolvendo as equipes do Escalvados e São Nicolau, no Tribunal de Justiça Desportiva da federação Catarinense de Futebol. Miguel disse que o adiamento nada teve a ver com a liga e se deu em função da falta de quorum dos auditores no dia do julgamento, fato que, segundo o presidente da liga, tem acontecido com frequência. Então a culpa é dos auditores do tribunal da federação, que não cumprem os seus compromissos. Aí eu me lembro que tiraram os dois auditores de Itajaí, que compareciam a todas as sessões, para colocar de outras cidades. Bem feito!

  •  

Deixe uma Resposta