• Postado por Tiago

zelioprado@yahoo.com.br

Aluguel

Conversei com o presidente da federação Catarinense de Futebol, Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho, pra saber detalhes sobre a sala no centro comercial Marcílio Dias, em que a federação recebe o dinheiro do aluguel. Como todos sabem, esta sala foi cedida para que o valor do aluguel pagasse uma dívida do Marinheiro com taxas de arbitragem, inscrição de atletas e cheques voadores junto à CBF e federações, referentes a registros e transferências de atletas. Delfim disse que é impossível saber o vencimento do contrato, pois todos os documentos referentes a este processo foram destruídos num incêndio ocorrido anos atrás, na sala do diretor jurídico da entidade. Mas seu pensamento é chamar o novo presidente do Marcílio e devolver a sala ao clube logo que a nova diretoria assuma, até porque a federação já quitou todas aquelas dívidas antecipadamente, com dinheiro seu. Delfim garantiu que o valor cobrado pelo aluguel ainda não cobriu aquilo que a federação quitou, mas, como não existe mais contrato, o melhor é devolver a sala e acabar de vez com toda esta polêmica. Então, tá!

Rolo

Mais um rolo da administração que há poucos dias finalmente largou o Clube Náutico Marcílio Dias. Fiquei sabendo que o contrato do estacionamento realmente vai até 2011 e que o valor pago antecipadamente foi de R$ 50 mil. Até aí, tudo bem. O problema é que, neste ano, o Alexandre Angioletti foi novamente procurado pelo Carlos Crispim, presidente na época, que lhe propôs um novo contrato até 2014. Alexandre pagou à vista a importância de R$ 70 mil, mas o contrato não foi feito. Conversei com o novo presidente do conselho deliberativo, Luiz Antonio, e a informação é de que, se o Alexandre Angioletti tiver tudo documentado, ele vai convocar uma reunião do conselho para que se decida o que será feito.

É hoje…

…no Tribunal de Justiça Desportiva da federação Catarinense de Futebol, o julgamento do processo envolvendo Escalvados e São Nicolau, naquele jogo dos tiros pro alto e que tanta polêmica causou no primeiro julgamento efetuado pela junta desportiva da liga Itajaiense de Desportos. A esperança é que, em nome da dignidade, o tribunal da federação conserte as coisas e puna os culpados.

Mais uma do Ferroviário

Depois da lambança na copa Vale Europeu, onde colocou em campo um jogador com o nome de outro, a mais nova proeza do Ferroviário foi abandonar o campo aos 16 minutos do primeiro tempo, pelo amador de Itajaí, em solidariedade ao técnico expulso. Quero ver o que vai fazer a junta desportiva da liga Itajaiense de Desportos, que foi muito mal no julgamento do processo envolvendo Escalvados e São Nicolau.

Eleição

Saiu o edital e a eleição para presidência executiva do Clube Náutico Marcílio Dias vai acontecer no dia 5 de novembro. Esgotou-se o prazo para inscrição de candidaturas e Abelardo Lunardelli, candidato único, vai ser eleito o novo presidente do clube. A grande e boa novidade foi a confirmação de Nildo Gassanica como vice. Sem dúvida, uma chapa de respeito e uma das melhores formadas nos últimos tempos no Marinheiro.

Nomes de peso

Abelardo Lunardelli, Nildo Gassanica, Wanderley Godoy, Luiz Antonio, Euzébio Pereira Neto e, quem sabe, Denísio Dolásio Baixo. Com este time e muitos outros nomes que certamente se unirão a eles, o Clube Náutico Marcílio Dias logo, logo voltará a ser respeitado.

O que é isto?

Lamentável, sob todos os aspectos, as declarações do ex-presidente Marlon Bendini a um jornal, de que já contratou Mauro Ovelha para ser o técnico do Clube Náutico Marcílio Dias a partir de junho de 2010. Lamentável porque o Marlon está fora dos planos desta nova diretoria e também porque se sabe que o diretor de futebol será o Euzébio Pereira Neto, o Caloca, que não deve ter ficado nada satisfeito com esta declaração do ex-presidente.

Abraços…

ao seu Benício, proprietário da Raio e Rodas Cicle Peças, conselheiro do Clube Náutico Marcílio Dias, leitor assíduo da coluna e do nosso DIARINHO.

  •  

Deixe uma Resposta